29 DE SETEMBRO: SANTOS MIGUEL, GABRIEL E RAFAEL

0-21600

“Bendizei ao Senhor, mensageiros de Deus, heróis poderosos que cumpris suas ordens, sempre atentos à sua palavras.” (Sl 102,20)

ORAÇÃO DO DIA

“Ó Deus, que organizais de modo admirável o serviço dos anjos e dos homens, fazei sejamos protegidos na terra por aqueles que vos servem no céu. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.” (Oração das Horas)

 

Leituras da liturgia eucarísticaDn 7,9-10.13-14; Sl 137; Jo 1,47-51

 

EVANGELHO: Jo 1,47-51

Naquele tempo, Jesus viu Natanael que vinha para ele e comentou: “Aí vem um israelita de verdade, um homem sem falsidade”. Natanael perguntou: “De onde me conheces?” Jesus respondeu: “Antes que Filipe te chamasse, enquanto estavas debaixo da figueira, eu te vi”. Natanael respondeu: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel”. Jesus disse: “Tu crês porque te disse: “Eu te vi debaixo da figueira? Coisas maiores que esta verás!” E Jesus continuou: “Em verdade, em verdade eu vos digo: Vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem”.

 

REFLEXÃO

“Nazaré era uma aldeiazinha da Palestina; aquele Jesus de quem falavam não era senão um pobre carpinteiro. A expectativa do Messias apoiava-se em outros valores (de prestígio, de riqueza, de poder…). Porém, ao convite do amigo, “Vem ver” (v.46). Natanael aceitou encontrar-se com Jesus. Iluminado pelo Espírito, logra ver naquele filho do homem o Filho de Deus: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel” (v. 49). O olhar humano havia-lhe revelado a humanidade de Jesus; a fé, a sua divindade. Também nós devemos aproximar-nos de Jesus com olhar simples e sincero; a capacidade de conhecê-lo, de amá-lo, de crer nele é estreitamente ligada à nossa disponibilidade para o encontro com Deus e com os irmãos.

Só aceitando entrar como Natanael em comunhão com Cristo, conseguiremos ter confiança no homem, amá-lo, servi-lo, sacrificar-nos por ele, merecendo participar em seus triunfos e em sua glória no céu.” (MD, Paulus, 1995, p. 136)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s