SOBRE OS ANJOS E OS ARCANJOS SÃO MIGUEL, SÃO GABRIEL E SÃO RAFAEL

 “Na presença de seus anjos, adoremos o Senhor.”

“É preciso saber que a palavra anjo indica o ofício, não a natureza. Pois estes santos espíritos da pátria celeste são sempre espíritos, mas nem sempre podem ser chamados anjos, porque somente são anjos quando por eles é feito algum anúncio. Aqueles que anunciam fatos menores são ditos anjos; os que levam as maiores notícias, arcanjos. (…) Miguel significa: ‘Quem como Deus?’; Gabriel: ‘Força de Deus’; e Rafael: ‘Deus cura’.” (Das Homilias sobre o Evangelho, de São Gregório Magno, papa)

Os Anjos de Deus estão agrupados em nove Coros, divididos em três grupos, a saber:

1) Querubins, Serafins e Tronos: possuem a “plenitude de sabedoria e da ciência”. É seu privilégio ver a verdade de um modo superior. Estão muito unidos a Deus. Estão diante do trono de Deus. 2) Dominações, Potestades e Virtudes: executam a vontade de Deus, as grandes ações que tocam no governo do mundo e da Igreja, afastam os  anjos maus… 3) Principados, Arcanjos e Anjos:  são enviados por Deus em missões de grande importância junto aos homens. Os mais conhecidos entre nós são os Arcanjos São Miguel, São Gabriel e São Rafael.

Deus envia seus Anjos e Arcanjos para cuidar de nós e  curar nossas enfermidades do corpo e da alma.

 

 

 

ARCANJO MIGUEL (Quem é como Deus?): é lembrado duas vezes no livro de Daniel como protetor particular do povo eleito (Dn 10,13 e 12-1). A carta de São Judas (v. 99) mostra-o em luta contra satanás pelo corpo de Moisés. Também o Apocalipse (12,7) recorda o combate de Miguel e seus anjos contra o dragão. A liturgia dos mortos pede-lhe que acompanhe as almas. Muito venerado pelos judeus, cedo se tornou muito popular no culto cristão. O dia 29 de setembro é aniversário da dedicação de uma igreja a Ele dedicada em Roma (Séc.V).

“Agitou-se o mar, e a terra tremeu,

Quando o arcanjo Miguel desceu das alturas.”

 

 

ARCANJO GABRIEL (força de Deus): é o portador de boas novas. Apresentou-se a Zacarias como “aquele que está diante de Deus” (Lc 1,19). Levar o anúncio de Deus é a tarefa que lhe reconhece Daniel (8,16; 9,21):  de fato, anunciou o nascimento de João Batista e o de Jesus Cristo (Lc 1,5-22, 26-38). Apareceu também em sonhos a São José para anunciar a concepção divina de Maria, para   recomendar a fuga para o Egito e o retorno daquele país, após a morte de Herodes.

“O anjo Gabriel a Maria anunciou:

Haverás de conceber um Menino e dar à luz

E a ele chamarás com o nome de Jesus.”

 

 

Arcanjo Rafael (Deus curou): é o guardião da saúde e da cura. Comparece no livro de Tobias como acompanhante do jovem Tobias em sua viagem e como portador de salvação do velho pai cego.

“Enviai-nos do céu Rafael

O bom anjo que cura os doentes,

Para a todos os males sarar

E guiar nossos atos e as mentes.”

 

São Lucas mostra muitas vezes a intervenção dos anjos nas origens da Igreja, porque, com a vinda de Cristo, a humanidade entrou em nova era, era definitiva, em que Deus está próximo do homem, e o céu está unido à terra. Os anjos vêm de Deus, “ enviados a serviço, para vantagem daqueles que devem ser salvos.” (Hb 1,14).

 

Fonte: Missal Cotidiano, Paulus, 1985, p. 1752

por Raios Luminosos Postado em Festa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s