18 DE NOVEMBRO – DEDICAÇÃO DAS BASÍLICAS DE SÃO PEDRO E SÃO PAULO APÓSTOLOS

Vós os fizestes príncipes sobre toda a terra; vosso nome será lembrado de geração em geração. E os povos vos louvarão por todos os séculos. Salmo 44,17-18

A basílica vaticana de São Pedro, erigida por Constantino no século IV sobre o túmulo do apóstolo Pedro e consagrada pelo Papa Silvestre, foi demolida no século XVI, uma vez que estava ameaçada de ruína. No mesmo local foi logo reconstruída outra mais esplêndida que Urbano VIII reconsagrou a 18 de novembro de 1626. Representa em Roma o Patriarcado de Constantinopla.

Análoga sorte coube à basílica de São Paulo, consagrada pelo Papa Sirício no século IV. Em 1823, um incêndio devastou grande parte do edifício, cuja reconstrução exigiu os cuidados de quatro pontífices. Pio IX reconsagrou a nova basílica a 10 de dezembro de 1853, cercado de um grupo de cardeais, bispos, clero e fiéis, reunidos em Roma para a solene proclamação do dogma da Imaculada Conceição da Mãe de Deus. Essa basílica representa em Roma o Patriarcado de Alexandria. MC

Oração do Dia

Ó Deus, guardai sob a proteção dos apóstolos Pedro e Paulo a vossa Igreja, que deles recebeu a primeira semente do Evangelho, e concedei que por eles receba até o fim dos tempos a graça que a faz crescer. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leituras da Liturgia Eucarística: At 28,11-16.30-31; Sl 49; Mt 14,22-33

Primeira Leitura (At 28,11-16.30-31)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

11Depois de três meses, embarcamos num navio alexandrino, que passara o inverno na ilha de Malta e tinha como emblema os Dióscuros. 12Fizemos escala em Siracusa e aí permanecemos três dias. 13Depois, costeando, chegamos a Régio. No dia seguinte, levantou-se o vento sul e, em dois dias, chegamos a Putéoli. 14Aí encontramos alguns irmãos que nos pediram para ficar sete dias com eles. Em seguida, fomos para Roma. 15Os irmãos de Roma, informados a nosso respeito, vieram receber-nos no Foro Ápio e Três Tabernas. Ao vê-los, Paulo deu graças a Deus e sentiu-se animado. 16Quando entramos em Roma, Paulo recebeu permissão para morar em casa particular, com um soldado que o vigiava. 30Paulo morou dois anos numa casa alugada. Ele recebia todos os que o procuravam, 31pregando o Reino de Deus. Com toda a coragem e sem obstáculos, ele ensinava as coisas que se referiam ao Senhor Jesus Cristo.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 49)

— A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

— A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

— Falou o Senhor Deus, chamou a terra,/ do sol nascente ao sol poente a convocou./ De Sião,/ beleza plena, Deus refulge.

— “Reuni à minha frente os meus eleitos,/ que selaram a Aliança em sacrifícios!”/ Testemunha o próprio céu seu julgamento,/ porque Deus mesmo é juiz e vai julgar.

— Imola a Deus um sacrifício de louvor/ e cumpre os votos que fizeste ao Altíssimo./ Invoca-me no dia da angústia,/ e então te livrarei e hás de louvar-me”.

Evangelho (Mt 14,22-33)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Depois que a multidão comera fartamente, 22Jesus mandou que os discípulos entrassem na barca e seguissem, à sua frente, para o outro lado do mar, enquanto ele despediria as multidões. 23Depois de despedi-las, Jesus subiu ao monte, para orar a sós. A noite chegou, e Jesus continuava ali, sozinho. 24A barca, porém, já longe da terra era agitada pelas ondas, pois o vento era contrário. 25Pelas três horas da manhã, Jesus veio até os discípulos, andando sobre o mar. 26Quando os discípulos o avistaram, andando sobre o mar, ficaram apavorados, e disseram: “É um fantasma”. E gritaram de medo. 27Jesus, porém, logo lhes disse: “Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!” 28Então Pedro lhe disse: “Senhor, se és tu, manda-me ir ao teu encontro, caminhando sobre a água”.29E Jesus respondeu: “Vem!” Pedro desceu da barca e começou a andar sobre a água, em direção a Jesus. 30Mas, quando sentiu o vento, ficou com medo e começando a afundar, gritou: “Senhor, salva-me!” 31Jesus logo estendeu a mão, segurou Pedro, e lhe disse: “Homem fraco na fé, por que duvidaste?” 32Assim que subiram na barca, o vento se acalmou. 33Os que estavam na barca, prostraram-se diante dele, dizendo: “Verdadeiramente, tu és o Filho de Deus!”

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

REFLEXÃO

Como Jesus, ao descer do monte das Oliveiras, se aproximasse de Jerusalém, comovido pela visão da cidade santa, desatendeu aos louvores dos discípulos e à inveja do inimigos, e, solícito pela sorte futura do povo israelita, chorou (ἔκλαυσεν = lacrimejando, exclamou) sobre ela, dizendo: Se conhecesses ainda neste teu dia (ἐν τῇ ἡμέρᾳ ταύτῃ), em que venho a ti como teu rei e Messias, para te salvar e beatificar eternamente (cf. Zc 9), também tu o que te pode trazer paz, i.e. a prosperidade e a salvação, o bem e a felicidade; agora porém isso está escondido aos teus olhos… A oração está truncada; com efeito, os que tentam expressar-se enquanto choram costumam interromper abruptamente a fala. — Pode subentender-se ao final, como consequente da prótase Se conhecesses também tu etc., 1) ‘agirias de outra forma’, i.e. ‘farias o que te pode trazer paz’ (τὰ πρὸς εἰρήνην), e.g. penitência, crer em Cristo e na fé por ele ensinada durante três anos etc.; 2) ou ‘chorarias como eu choro teus crimes, tua cegueira e obstinação’ (a Lapide); 3) ou ‘de modo algum perecerias’ (Eutímio). — Em seguida (v. 43s), o Senhor prenuncia e descreve em cores vivas a destruição futura da Cidade, vaticínio de que não se tem melhor explicação do que os acontecimentos fatídicos de 70 d.C., descritos em toda a sua crueza por Flávio Josefo (cf. Bell. VII 1, 1; cf. Mt 24,2). (Padre Paulo Ricardo, Homilia Homilia Diária10:0118 Nov 2021)

Fonte: https://padrepauloricardo.org/episodios/o-tempo-da-visita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s